Sustentabilidade, a fachada dos bancos

Wilson da Costa Bueno, num artigo muito bem detalhado, expõe à nudez o comportamento dos bancos brasileiros, tidos para muitos cidadãos como a última alternativa para estabilizar sua insegurança econômica.

Ele trata da exploração do termo sustentabilidade como um engodo usado pelos bancos para justificar determinados avanços nos bolsos de seus correntistas. É um caminho incontrolável para quem não costuma acompanhar muito de perto o movimento do seu crédito bancário.

Na verdade, diz Bueno, “os bancos gostam dos correntistas que dão lucro, que não reclamam dos juros extorsivos, que chegam a 200% ao ano quando vivemos numa inflação menor do que um dígito.

Não é à toa que os bancos frequentam o topo do ranking das reclamações dos consumidores, dividindo este lugar desconfortável com as operadoras de telefonia, os planos de saúde e outros setores mais esfomeados quando o assunto é lucro.

Assim, os bancos reúnem milhares de processos trabalhistas, muitos por assédio moral, preconceitos de todo o tipo, e submetem seus funcionários a um trabalho estressante. Basta consultar quem trabalha ou trabalhou em banco e que tenha coragem de falar. Os sindicatos dos bancários são um acervo importantíssimo nesta história.

Muitas vezes a mídia é conivente com todo este processo, pois basta abrir jornais, revistas, ligar o rádio ou TV e ver que os grandes patrocinadores das maiores promoções são exatamente os bancos. Por que estão com as burras cheias de dinheiro, arrancado de forma aviltante dos incautos clientes. Veja matéria completa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s