Câncer colorretal preocupa curitibanos

O Instituto Nacional do Câncer – INCA, aponta que Curitiba é a capital com maior índice de ocorrências de câncer colorretal (mais de 28% a cada 100 mil habitantes) no país. Esse número baixa para pouco mais de 14% em Santa Catarina e chega a 23% no Rio Grande do Sul. Este tipo de câncer vem se caracterizando como uma doença do desenvolvimento, associada a fatores genéticos, sócio-ambientais e alimentares. Para isso é preciso, segundo os médicos, um amplo trabalho de conscientização e informação. Tanto que a Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa está preocupada e promoveu um encontro com o  secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, com a professora da Universidade Federal do Paraná Graziele Morais Losso, especialista em biotecnologia molecular do câncer colorretal, Iara Messias Reason, do Departamento de Patologia Médica da UFPR e com o oncologista e professor Vinicius Budel, também integrante da Secretaria de Saúde. A Assembleia vai instituir a primeira semana do mês de agosto como a semana estadual de prevenção a esse tipo de doença através de projeto de lei que tramita na Casa. Neste e em outros tipos de câncer, medidas preventivas aumentam a capacidade de sobrevida e de cura total da doença.

Anúncios

Uma resposta em “Câncer colorretal preocupa curitibanos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s