A dama do dinheiro na calcinha

osnijor -130515,

Condenada a 18 anos de prisão nos processos do Lava Jato, a doleira Nelma Kodama, foi debochada no seu depoimento na CPI da Câmara dos Deputados. Amante declarada de Alberto Youssef ela cantou a música Amada Amante, de Roberto Carlos durante seu pronunciamento.
“Eu vivi maritalmente com Alberto Youssef entre 2000 a 2009. Amante é uma palavra que diz tudo! Amante é esposa, amante é amiga”, destacou. “Tem até uma música do Roberto Carlos: a amada amante. Não é verdade? Quer coisa mais bonita que ser amante? Você ter uma amante que você pode contar com ela, ser amiga dela.” E cantarolou ‘Amada Amante’, sucesso musical de 1971.
Censurada pelo deputado Hugo Motta (PMDB-PB).
Sobre sua prisão ela frisou, ironicamente: “O dinheiro estava no bolso e não na calcinha”, disse a doleira, que levantou e mostrou os bolsos de trás da calça aos parlamentares.
Nelma foi presa no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos/Cumbica, em 15 de março de 2014, quando fugia para Milão, na Itália, com 200 mil euros escondidos na calcinha. Mas ela negou na CPI, que estivesse fugindo.
O depoimento de Nelma vai gerar fatos novos sobre o mercado de câmbio negro no esquema de corrupção na Petrobrás.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s