Paupérrimos, invisíveis e os pagadores da conta

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da economia, Paulo Guedes falam à imprensa

O governo vai fatiando os brasileiros dentro da sua política de recuperação econômica. Hoje foi realizado um pronunciamento oficial. Já chegou a 15 milhões de famílias e 40 milhões de desempregados. Resta saber agora quem são os paupérrimos e os invisíveis e quem vai pagar a reforma tributária, que segundo o próprio governo anunciou hoje, não elevará a carga fiscal e nem vai furar os tetos orçamentários.
O discurso a cada dia vai alongando, pois entre os invisíveis, que são os trabalhadores da economia informal, já foram computados 10 milhões de brasileiros, que segundo Paulo Guedes devem voltar ao mercado de trabalho juntamente com os 40 milhões de desempregados.
No encontro, apareceram o ministro Luiz Eduardo Ramos, o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros, o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes, e o senador Márcio Bittar, relator do Pacto Federativo. Os discursos foram arrematados pelo ministro Paulo Guedes.
O texto, segundo anunciou o governo, está “tecnicamente pronto” e falta apenas o aval político final. Essa decisão será tomada na reunião do presidente Jair Bolsonaro com líderes da base aliada, a turma do Centrão e governistas.
O novo imposto é polêmico e tem resistências no Congresso. O Palácio do Planalto acha que é importante que a proposta vá para o parlamento e o governo considera que cumpriu sua meta.
Depois de proibir em se falar do Renda Brasil, hoje chegou o Renda Cidadã que vai substituir o Bolsa Família. É o prato requentado, agora no cardápio Bolsonaro. Na tabela de preços do povo brasileiro o Renda Cidadã será pago em moeda corrente pela a criação de um imposto digital, de acordo com auxiliares presidenciais. O novo tributo, é, por mais que o governo relute, uma antiga CPMF, como forma de viabilizar a desoneração da folha de pagamentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s