Lula causa ira dos evangélicos

osnijor 240515a

O tribuno Luís Inácio Lula da Silva continua promovendo suas palestras pelo Brasil afora. Neste fim de semana, falando a sindicalistas disse que “as vezes é preciso se inspirar na retórica dos religiosos quando não é possível atender reivindicações. E mais adiante foi enfático: “Os pastores evangélicos jogam a culpa em cima do diabo. Acho fantástico isso. Você está desempregado é o diabo, está doente é o diabo, tomou um tombo é o diabo, roubaram seu carro é o diabo”, arrancando gargalhadas do seu povo.
E entusiasmado foi além: “E a solução está ali. É Deus. Pague o seu dízimo que Jesus te salvará”.
Nem de tudo ele está errado, mas foi o suficiente para provocar a ira dos evangélicos de todos os quadrantes. Mais um dos tantos “tiros nos pés” de quem fala pelos cotovelos e não mede as consequências.

Anúncios

Um gesto simples e fácil

osnijor -110515

Esta semana o ministro de estado Joaquim Levy e a presidente Dilma conversavam sobre as dificuldades financeiras do Estado. Eles buscavam a fórmula de conseguir dinheiro:

Levy: Para encontrar dinheiro, há um momento em que enganar (o contribuinte) já não é possível. Eu gostaria, Senhora Presidenta, que me explicasse como é que é possível continuar a gastar quando já se está endividado até o pescoço…

Dilma: Se se é um simples mortal, claro está, quando se está coberto de dívidas, vai-se parar à prisão. Mas o Estado… o Estado, esse, é diferente!!! Não se pode mandar o Estado para a prisão. Então, ele continua a endividar-se… todos os Estados o fazem!

Levy: Ah, sim? A Senhora acha isso mesmo? Contudo, precisamos de dinheiro. E como é que havemos de o obter se já criamos todos os impostos imagináveis?

Dilma: Criam-se outros.

Levy: Mas já não podemos lançar mais impostos sobre os pobres.

Dilma: Sim, é impossível.

Levy: E, então … os ricos?

Dilma: Os ricos também não. Eles não gastariam mais. Um rico que gasta faz viver centenas de pobres.

Levy: Então, como havemos de fazer?

Dilma: Levy! Tu pensas como um queijo, como um penico de um doente! Há uma quantidade enorme de gente situada entre os ricos e os pobres: os que trabalham sonhando em vir a enriquecer e temendo ficarem pobres. É a esses que devemos lançar mais impostos, cada vez mais, sempre mais! Esses, quanto mais lhes tirarmos mais eles trabalharão para compensarem o que lhes tiramos. É um reservatório inesgotável!

Grande solução: aumento de impostos

osnijor -180515

O chamado aperto fiscal vem recheado de aumentos de impostos, segundo anúncio da última segunda-feira do ministro da Fazenda, Joaquim Levy. O governo ao invés de enxugar a máquina, cortar despesas e encarar a crise econômica que é sem precedentes, opta pelo mais fácil, que é sacrificar o povo.
O jornal Folha de São Paulo anunciou então que para incrementar o caixa em R$ 20 bilhões, neste ano, o governo resolveu aumentar os impostos.
Volta a Cide, um tributo que regula o preço dos combustíveis, aumento do PIS/Cofins sobre a gasolina.
É uma ironia até aumentar o preço dos combustíveis quanto todos sabemos o que ocorreu nos últimos anos com a Petrobrás. Os cofres arrombados ficam por conta do poder de estátua do contribuinte.

Amigo da Onça

A obra imortal de Péricles, difundida na revista O Cruzeiro, nos anos 1950 e 1960 marcou época. Outro dia o amigo Izidro Constantino Guedes me mandou um vídeo, com uma coleção de páginas onde o personagem era o Amigo da Onça.

Resolvi então reproduzir o desenho e teve quase uma centena de curtidas e comentários no meu facebook. Agora registro aqui a reprodução da obra.amigo da onça

Fome prende e frio mata, no país das Bolsas

Em Curitiba um homem morre de frio nas ruas. Isso ocorreu nas últimas horas e foi constatado pela Polícia Militar. O jornalista Fernando Nandé, no seu blog, lembra que na cidade existe a Fundação de Ação Social (FAS). E como ela próprio se define a FAS é o órgão público responsável pela gestão da assistência social em Curitiba, atuando de forma  integrada a órgãos governamentais e instituições não governamentais, que compõem a rede socioassistencial do município. Mesmo assim as pessoas humildes preferem ficar na rua e morrer de frio a ir para um desses locais durante o inverno para ter abrigo. Assunto para ser explicado pela administração municipal.

No Distrito Federal, num supermercado de Santa Maria, um homem foi preso após tentar furtar 7 kg de carne para alimentar o filho de 12 anos. Morador de Luziânia, no leste de Goiás, ganhou vida nova depois que policiais e moradores se apiedaram de sua situação.

Lula vai às compras

osnijor -150515

Com o saco cheio da corrupção, com os bolsos estofados do mensalão e as cuecas lotadas do lava a jato, Lula se dispõe a sair pelo país a catequizar mais uma vez os incautos eleitores do PT e de outros “partidecos” dispostos a delinquir. Segundo o noticiário oficial do partido, Lula programa para o final de junho um cronograma de encontros e reuniões pelo Brasil com movimentos sociais e centrais sindicais. O objetivo da viagem é recuperar o apoio da base social do partido, reaproximá-la e mobilizá-la em defesa dos 12 anos de PT no governo federal. Preparem-se para as consequências.

Perderam o caráter

paixao1

Nossos políticos são mesmo de teatro. Brigam como loucos, agridem-se como poucos e no fim da linha festejam abraçados a enganação cometida contra o povo. O eleitorado é o verdadeiro culpado pelo estado de coisas. É certo que eles não tem caráter, perderam a compostura e já não se importam mais de serem chamados de corruptos, canalhas e ladrões. Nós os fizemos assim, patrocinando com nossos caros impostos tudo aquilo que cometem. Portanto, não devemos reclamar. Os poucos que podem são os que votam contra, que renovam os quadros e que ainda tem esperanças em alguma coisa. Fato é que mesmo os mais corretos, se é que existe algum correto, quando chegam tomados de boas intenções, encontram lá os bloqueios e ou se alinham ou caem no esquecimento. A política é um rolo compressor onde não há escapatória. Só mesmo o comportamento do eleitor é que vai poder um dia, quem sabe, decretar alguma mudança. A charge do Paixão, na Gazeta do Povo de hoje (sexta-feira, 15 de maio) é o exemplo disso. Aí estão eles, os “líderes da política paranaense”, brincando a escolha da Luiz Edson Fachin para substituir Joaquim Barbosa, no Supremo.

A dama do dinheiro na calcinha

osnijor -130515,

Condenada a 18 anos de prisão nos processos do Lava Jato, a doleira Nelma Kodama, foi debochada no seu depoimento na CPI da Câmara dos Deputados. Amante declarada de Alberto Youssef ela cantou a música Amada Amante, de Roberto Carlos durante seu pronunciamento.
“Eu vivi maritalmente com Alberto Youssef entre 2000 a 2009. Amante é uma palavra que diz tudo! Amante é esposa, amante é amiga”, destacou. “Tem até uma música do Roberto Carlos: a amada amante. Não é verdade? Quer coisa mais bonita que ser amante? Você ter uma amante que você pode contar com ela, ser amiga dela.” E cantarolou ‘Amada Amante’, sucesso musical de 1971.
Censurada pelo deputado Hugo Motta (PMDB-PB).
Sobre sua prisão ela frisou, ironicamente: “O dinheiro estava no bolso e não na calcinha”, disse a doleira, que levantou e mostrou os bolsos de trás da calça aos parlamentares.
Nelma foi presa no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos/Cumbica, em 15 de março de 2014, quando fugia para Milão, na Itália, com 200 mil euros escondidos na calcinha. Mas ela negou na CPI, que estivesse fugindo.
O depoimento de Nelma vai gerar fatos novos sobre o mercado de câmbio negro no esquema de corrupção na Petrobrás.